Posts

Os textos clássicos do Ayurveda apresentam uma teoria que é fundamental para uma boa saúde: Agni ou fogo digestivo. O Agni, representado pelas enzimas e pelo metabolismo, é o responsável pela digestão e absorção dos nutrientes para a formação de tecidos íntegros. A Medicina Ayurvedica afirma que o distúrbio de Agni é uma importante causa do adoecimento devido a formação de toxinas denominadas Ama. Podemos afirmar que um Agni alterado gera a formação de Ama o que prejudica a construção de tecidos saudáveis.

Aqui na Gujarat Ayurved University frequentemente ouvimos a afirmação: “digestão é mais importante que nutrição”. Isto significa que não adianta buscarmos alimentos saudáveis se o nosso processo digestivo ou Agni está prejudicado, primeiro temos que tornar a nossa digestão saudável e depois procuramos escolher os alimentos mais equilibrados de acordo com a nossa condição psico-fisica. O Ayurveda afirma que: “somos aquilo que nós digerimos”, por isto devemos utilizar na nossa dieta substâncias que são promotoras do fogo digestivo.

O Ayurveda recomenda que 30 minutos antes da refeição devemos tomar uma xícara de chá de gengibre, com 3 gotas de sumo de limão e uma pitada de sal marinho para aumentar o fogo digestivo e promover a formação das enzimas necessárias a uma digestão saudável. Alem disto os condimentos como: coentro, cominho, hortelã, canela, pimenta do reino, cravo, açafrão, noz moscada e cardamomo devem ser utilizados, com moderação, pois auxiliam a função do Agni.

Na busca de uma alimentação equilibrada não apenas a qualidade mas também a quantidade dos alimentos é importante, “quantidade modifica a qualidade”. O Ayurveda recomenda dividir o estomago em quatro partes: metade ou dois quartos deve ser preenchida por alimentos, um quarto com um pouco de água ( nunca gelada) ou chá de ervas e o ultimo quarto deve permanecer vazio. A mensagem é: coma menos e procure mais qualidade que quantidade na sua dieta.

Outro importante ensinamento dos professores aqui na India é a regularidade, procure fazer as refeições dentro do mesmo horário, diariamente. Alem disto a refeição deve ser feita com o estomago vazio, ou seja, se a refeição anterior não foi digerida não devemos comer. Por ultimo os mestres de Ayurveda enfatizam a importância da dieta vegetariana: comer mais cereias integrais, legumes, verduras, raízes, frutas, castanhas, leite organico ( sem a quimica dos produtos industrializados), ghee (manteiga clarificada ) e o mel, menos carnes e derivados promove saúde física, psico-emocional, social e espiritual.

Namaste.

Amêndoas. Há dois tipos de amêndoa – amargas e doces. Amêndoas amargas são venenosas, contêm hidrocianeto e não deveriam ser comidas. Amêndoas doces aumentam Kapha e Pitta, mas pacificam Vata em excesso. Deveriam ser evitadas nos climas quentes e quando Pitta e Kapha estão em excesso. Amêndoas são afrodisíacas e nutridoras.

Maçãs.Diminuem Vata e Pitta e aumentam Kapha. Maçãs ácidas aumentam Pitta.

Abricós. Aumentam Kapha e Pitta,
mas regulam Vata aumentado.

Bananas. São frutas pesadas para digerir e de natureza fria. Bananas aumentam Kapha; diminuem Vata quando maduras, mas promovem seu aumento quando excessivamente maduras, causando distensão abdominal. Bananas maduras demais devem ser evitadas de todo o modo.

Figos. Têm qualidade fria. Eles regulam Vata e Pitta em excesso.

Toronja. Por causa de sua qualidade amarga, apesar de ser azeda, a toronja não aumenta Pitta. Ajuda na cura de Vata aumentado.

Uvas. As doces e maduras regulam Vata e Pitta em excesso. Eles são benéficos na febre e na fraqueza. Uvas azedas aumentam Pitta. Uvas secas (passas) são benéficas para curar tosses e problemas de garganta.

Goiaba. Regula Pitta aumentado, mas aumenta Kapha e Vata. Limpa o trato digestivo e é diurético.

Kiwi. As sementes pretas pequenas desta fruta são altamente irritantes para Pitta.

Limões. Há muitas variedades de limão e a melhor é a lima, que é menor em tamanho. A lima possui uma casca fina. Em geral, todos os limões aumentam o poder digestivo e diminuem o excesso de Vata e Kapha. Limões também são bons para diminuir sede excessiva, sensação de boca e gargantas secas. Um uso regular de limão “salva” a pessoa de Vata e de Kapha; também purifica o sangue.
Manga. Esta fruta só deve ser ingerida quando bem amadurecida. Mangas azedas prejudicam todos os doshas, causam indigestão, sensação de queimação, problemas de pele, e de olhos. Quando maduras, porém, conferem força e regulam Vata e Pitta. Também aumentam potência sexual.

Melão. Possui qualidade fria por natureza; é uma fruta de verão. Diminui Pitta e Vata, é diurética, dá força e aumenta a potência sexual.

Laranjas. Laranjas e outras frutas semelhantes são ricas em vitaminas e minerais. Curam Vata viciado e aumentam ligeiramente Pitta. Se o gosto ácido for predominante, elas aumentam Pitta.

Mamão. Uma fruta muito boa para curar Pitta aumentado. Antigamente era indicada para curar problemas de estômago e para mulheres grávidas.

Pêssegos e ameixas. Estas duas frutas têm qualidades semelhantes. Aumentam ligeiramente Pitta, mas regulam Vata e Kapha.

Peras. Têm qualidade fria por natureza. Têm efeito moderado sobre os humores.
Abacaxi. confere fruta confere força, diminui Vata e aumenta Kapha. É um laxante e o suco fresco tem propriedades antibióticas e qualidades anti-parasíticas. Especificamente é recomendado para casos de parasitas intestinais.

Romãs. As frutas corretamente maduras estabelecem equilíbrio humoral. Porém, a fruta azeda e verde promove Pitta e também pode causar distensão. Romãs são boas para fortalecer o coração e as funções de cérebro.

Melancia. é pesada e fria em suas propriedades ayurvédicas. Seu uso excessivo não é bom para os olhos. É um anafrodisíaco. Quando excessivamente madura aumenta Pitta. Melão e leite são alimentos antagônicos. Leite misturado com melancia dá origem a distensão abdominal, distúrbios de estômago e outros problemas digestivos.