ENTREVISTA SOBRE DISFUNÇÃO ERETIL COM DR. ADERSON MOREIRA DA ROCHA:

ENTREVISTA SOBRE DISFUNÇÃO ERETIL COM DR. ADERSON MOREIRA DA ROCHA:
1- O que é disfunção erétil e como ela atua no corpo humano?
R: Disfunção erétil ou impotência é a incapacidade persistente ou recorrente do homem em obter ou manter ereção peniana suficiente para a atividade sexual. Aqui não há relação com a ejaculação, fertilidade ou libido. Um estudo sobre o desempenho sexual de homens brasileiros demonstrou algum grau de disfunção erétil em 53,5 % da população masculina sexualmente ativa.
2- Quais são as principais causas de disfunção erétil?
R: Do ponto de vista etiológico (causas) podemos dividir em orgânica, psicogênica e mista (mistura das duas anteriores)
A- As causas orgânicas atuam em cerca de 25 % dos pacientes e envolvem principalmente as seguintes mazelas: distúrbios cardiovasculares, diabetes, doenças neurológicas, alterações anatômicas, fatores hormonais, iatrogênicas ( devido ao tratamento médico como cirurgias), uso de medicamentos e drogas incluindo o álcool.
B- As causas psicogênicas também atuam em 25% dos pacientes com disfunção erétil: distúrbios emocionais, estresse, ansiedade e depressão.
C- As causas mistas, onde há mistura de fatores psicológicos e orgânicos, são as mais comuns e afetam 45% dos pacientes
D- As causas desconhecidas são aquelas onde o médico não pode apontar um fator etiológico (causa) e acometem 5% dos homens com disfunção erétil
3- Como é feito o diagnostico da doença?
R: O diagnostico é realizado pela historia, exame físico e exames complementares como a injeção intracavernosa de drogas vasoativas para avaliar a disfunção erétil vasculogênica (origem vascular), o ecodopler do pênis em ereção após injeção intra cavernosa para avaliar distúrbio vascular e o teste da tumescência peniana noturna devido aos episódios de ereção noturna (normalmente o homem tem 3 a 5 ereções noturnas com duração de 30 a 60 minutos)
4- Como é realizado o tratamento?
R; Dependendo da causa a abordagem difere. Porem o médico deve estimular a comunicação entre os parceiros para que eles falem sem constrangimento do problema sexual. Recomenda-se preliminares mais prolongadas que favoreçam o prazer e a ereção. O objetivo aqui é reduzir a ansiedade do desempenho e o sentimento de fracasso antecipatório do homem, transferir o foco exclusivo na ereção para o prazer do casal e resgatar a intimidade aumentando a excitação sexual.
Nas causas psicogênicas está indicado psicoterapia com profissional especializado. Porem nas causas orgânicas deve-se tratar a doença que levou ao desenvolvimento da disfunção erétil.
O tratamento medcamentoso ( Ex: sildenafil, vardenafil, tadalafil e lodenafil) apresenta efeitos colaterais e contraindicações por isto a automedicação deve ser evitada e esta terapêutica deve ser realizada com acompanhamento médico.
A injeção intracavernosa de prostraglandina é um tratamento de segunda linha que deve ser orientado pelo urologista
Faz-se reposição de testosterona na deficiência androgênica do envelhecimento masculino. Esta reposição somente deve ser feita com acompanhamento médico pois existem contraindicações importantes.
Nos casos graves faz-se indicação de cirurgia de prótese peniana
No Ayurveda existem 2 especialidades que ajudam a melhorar a sexualidade tanto de homens como de mulheres: Rasayana, a terapia de rejuvenescimento e Vajikarana, a terapia dos afrodisíacos. O Rasayana aumenta a vitalidade e o Vajikarana promove a potência sexual e estimula a libido do casal. Além disto a acupuntura tem indicação para o equilíbrio da fisiologia e melhora da circulação do sangue e energia vital.
5- Você poderia indicar algum fitoterápico para o tratamento da disfunção erétil?
R: Na Medicina Oriental existem plantas medicinais que estimulam a sexualidade e promovem a libido chamadas de Vajikarana: Mucuna pruriens (pó de mico), Trigonella Foenun-graecum (feno grego), Myristica fragrans (noz moscada), Tribulus terrestres (tribulus) e Withania somnifera (ashwagandha). A fitoterapia deve ser utilizada com acompanhamento de profissional de saúde especializado. A automedicação deve ser evitada
6- Como é feita a prevenção da disfunção erétil:
R: A prevenção deve ser realizada através de mudanças no estilo de vida: dieta saudável, evita-se alimentos que você não consegue imaginar crescendo na natureza, estimula-se o consumo de comida integral e orgânica, atividade física regular e bem orientada (um mínimo de 150 minutos de exercícios aeróbicos por semana), técnicas de controle do estresse como Tai Chi, Yoga e meditação e sono adequado. Evitar álcool, tabagismo, drogas não receitadas e excesso de trabalho.
7- A alimentação esta ligada a disfunção erétil?
R; Uma dieta saudável, integral e orgânica é a melhor para promover a saúde física, mental e emocional. Aumente o uso de cerais integrais, frutas, verduras e legumes. Alguns alimentos são considerados afrodisíacos: alho, noz moscada, leite orgânico e ghee orgânico. Evita-se alimentos industrializados e utiliza-se um pouco de condimentos na alimentação: gengibre, açafrão da terra, alho, pimenta, canela e noz moscada. Algumas receitas ayurvedicas para promover a sexualidade e a libido:
A- Leite orgânico morno misturado com açúcar mascavo, mel, e ghee orgânico.
B- Leite orgânico morno com uma colher de café de pó de noz moscada.

Aderson Moreira da Rocha
Aderson Moreira da Rocha
Médico de família, reumatologista, acupunturista e especialista em Ayurveda pelo Arya Vaidya Phramacy, tradicional escola de Ayurveda do sul da Índia. Mestre e doutor em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ, presidente da Associação Brasileira de Ayurveda e autor do livro “ A Tradição do Ayurveda” pela editora Águia Dourada.
Recent Posts